Anime

“Me deixa triste” – O remake de One Piece pode prejudicar a série, afirma o diretor de animação da Red

A recente revelação de uma nova adaptação de anime para “The One Piece”, baseada na célebre obra de Eiichiro Oda, gerou grande entusiasmo entre os fãs da série.

Este anúncio é particularmente notável no contexto da crescente popularidade de “One Piece” em 2023, impulsionada em parte pela adaptação live-action produzida pela Netflix.

A decisão da Netflix de trabalhar em parceria com a Wit Studios para recriar a série desde o início representa um grande investimento na franquia, embora essa novidade não tenha sido recebida com entusiasmo unânime.

Desde sua estreia em 1999, o anime “One Piece” tem sido transmitido semanalmente, acumulando ao longo de 25 anos mais de uma dúzia de filmes e 1.088 episódios.

O arco Wano, recentemente concluído, destacou-se por sua animação deslumbrante e direção artística excepcional, contribuindo para a presença constante da série nas plataformas de mídia social. No entanto, a reação do diretor de animação de “One Piece Film: Red”, Hiromi Ishigami, ao anúncio do novo anime foi de tristeza, ao invés de entusiasmo.

Ishigami expressou no Twitter sua preocupação de que o remake pudesse de alguma forma diminuir o valor da série original que ele e sua equipe têm construído ao longo dos anos.

Conforme relatado pela CBR, o diretor manifestou receio de que a nova versão pudesse desvalorizar os 25 anos de produção do anime em andamento. Apesar dessas preocupações, fãs de todo o mundo rapidamente se manifestaram em apoio ao diretor, reafirmando a importância e o valor duradouro do seu trabalho.

Enquanto isso, o polêmico final do arco Wano de “One Piece” também foi um tópico de discussão, com debates sobre as mudanças feitas na adaptação do anime em comparação com o material original. Apesar disso, o remake promete atrair um novo público para as aventuras de Monkey D. Luffy e sua jornada para se tornar o Rei dos Piratas.

A resposta dos fãs à postagem de Ishigami no Twitter foi predominantemente positiva, com muitos expressando seu carinho pela série original e seu reconhecimento pelo trabalho de Ishigami e sua equipe. Isso demonstra a capacidade de “One Piece” de conectar gerações de fãs, com muitos se apegando à versão original que marcou sua infância.

O anime original de “One Piece”, produzido pela Toei Animation, continua a ser apreciado por seu valor artístico, apesar de algumas limitações técnicas e de ritmo que podem ser abordadas no remake.

A história do sucesso de remakes de anime, como “Fullmetal Alchemist: Brotherhood” e “Hunter X Hunter”, sugere que a nova versão de “One Piece” poderá aumentar ainda mais a base de fãs da franquia, incentivando novos espectadores a explorarem as adaptações anteriores e, por consequência, os trabalhos anteriores de Ishigami.

Confira também:

Redação Nerd Hits

Conteúdo criado pela equipe do Nerdhits.com.br

Tags: one piece