Anime

Saiba o motivo pelo qual My Hero Academia foi BANIDO da China

My Hero Academia virou um anime adorado por várias pessoas do mundo inteiro desde a sua estreia, mas ele acabou sendo banido da China por causa de um personagem específico. Esse personagem causou uma má impressão no país por ter o nome semelhante a um terrível crime que ocorreu na Segunda Guerra Mundial.

O personagem que baniu My Hero Academia da China

Foto: Studio Bones

O personagem que fez o anime passar por tanta polêmica na China foi o Dr. Daruma Ujiko, que estreou no mangá de My Hero Academia no capítulo 259. Originalmente, o nome do personagem era Maruta Shiga, que é o mesmo nome de um grande crime de guerra cometido pelo Japão.

Na tradução literal, Murata significa “tora de madeira”, mas esse termo era usado pelo exército japonês na Segunda Guerra para se referir às vítimas levadas até a Unidade 731. Esse local foi usado para fazer experimentos químicos e desumanos com as pessoas. A história da tragédia estima que milhares de pessoas morreram neste local, incluindo vítimas chinesas.

A reação da audiência

Eventualmente, Kohei Horikoshi, o autor de My Hero Academia, teve que se pronunciar por causa disso. Em sua mensagem no Twitter, ele falou que não tinha a intenção de incluir o assunto no nome do personagem e falou que mudaria o nome dele pela reclamação dos fãs.

 

Por causa da história horrível que o nome Murata carrega, muitos leitores de My Hero Academia criticaram o mangá no lançamento do capítulo 259. Como resultado, o anime e mangá foram banidos das plataformas de streaming da China como Bilibili e Tencent.

Siga o NerdHits no Google News para receber mais conteúdo de anime!

Veja mais sobre My Hero Academia

Redação Nerd Hits

Conteúdo criado pela equipe do Nerdhits.com.br