Categorias Animes

Nanatsu no Taizai: 7 coisas que não fazem sentido sobre Elaine

A história de Elaine e Ban em Nanatsu no Taizai é digna de filme de Hollywood. Clichê? Talvez, mas a mudança brusca do pensamento do pecado após encontrar seu verdadeiro amor e perdê-lo é algo que realmente acende uma faísca de fogo no coração de qualquer um.

Após King deixar seus trabalhos como Rei da Floresta das Fadas, Elaine assume seu posto, virando assim a guardiã da Fonte da Juventude. Mas ainda assim, podemos ver que existem deturpações na sua história que vale a pena conferir. Por esse motivo, hoje separamos 7 distorções no enredo de Elaine que são sem sentido.

1 – Destruição do Demônio Vermelho:

Por setecentos anos, Elaine desempenhou um papel fundamental na proteção da Fonte da Juventude. Logo após conhecer Ban e se apaixonar pelo bandido, a Floresta das Fadas foi totalmente destruída por um Demônio Vermelho.

Por outro lado, vimos diversos Cavaleiros Sagrados de rank baixo derrotarem este demônio. Nesse sentido, é um tanto quanto ilógico, Elaine, uma fada com grande experiência e poder, perder para um alvo desses. Isso dá a entender que ela teria que morrer de um jeito ou de outro para dar continuidade a obra.

2 – Mudança nas vestimentas:

Quando conhecemos Elaine, a guardiã usava um vestido branco e era muito tímida. Contudo, após ser ressuscitada por Merascylla, a estética e comportamento da personagem mudou.

Sim, sabemos que o feitiço do mandamento canaliza as emoções e, consequentemente muda o comportamento. Entretanto, vale lembrar que o único “morto-vivo” que sofreu uma alteração nas roupas foi Elaine, algo meio fora de nexo.

3 – Ciúmes de Jericho:

No início, Elaine foi mostrada como uma fada capaz de ler o sentimento das pessoas. Por esse motivo, logo ela descarta Ban como uma ameaça e, quando sente uma veracidade nos seus sentimentos, ela começa a amá-lo

Apesar disso, há um erro grave em relação a sua técnica de ler os sentimentos. Acho que você deve lembrar que Elaine ficou com ciúmes do Ban ter um caso com Jericho, isto é, esse ciúme é meio que incoerente, visto que ela podia ler os sentimentos do pecado.

4 – Zelando o tempo todo por Ban:

Durante o início da trama, King suspeitava que Ban tinha roubado a Floresta das Fadas e matado a guardiã, sua irmã. Isso fez com que Harlequin tomasse um ódio da Ganância da Raposa e, por um momento, o considerasse uma ameaça.

Todavia, na Capital dos Mortos, é revelado que Elaine zela muito pelo bem-estar do seu amado. Em outras palavras, é provável que fada sempre observou os passos de Ban, o que torna ainda mais difícil de acreditar que ela conseguiu sentir ciúmes de Jericho, tendo em vista que Ban sempre a amou e seria incapaz de seguir sua vida sem ela.

5 – Relação um tanto quanto duvidosa:

A relação de Ban com Elaine é uma das melhores da obra, se não for a melhor. Outrossim, em todos os setecentos anos de proteção da Fonte da Juventude, provavelmente Elaine já teve outros pretendentes além dele.

Não podemos ignorar o fato que eles também deviam ter intenções sinceras com a fada, mas infelizmente algo não saiu como esperado. Isso faz pensarmos que, talvez, Ban não era a alma gêmea de Elaine, mas sim uma pessoa que poderia suprir sua solidão. Pode até ser que Elaine tenha sido um pouco egoísta de sua parte em dar a água para Ban sem o consentimento do mesmo, visto que ambos poderiam morrer sem ninguém ficar sozinho.

6 – Seu cadáver:

Quem aí lembra que Helbram afirmou que o corpo de fadas valiam uma fortuna devido suas propriedades fisiológicas? Pois bem, a floresta onde essa criaturas vivem não é segredo para os humanos, ou seja, é um pouco estranho que não foi mostrado nenhum aventureiro tentando raptar o corpo de Elaine.

7 – Água da Fonte:

Sem dúvidas esse foi um dos momentos mais tristes de Nanatsu. Elaine em seu leito de morte e Ban segurando suas mãos… é algo realmente comovente… Sabemos que o objetivo inicial de Ban era conseguir a imortalidade, porém não diante a essas circunstâncias.

Uma coisa que não faz sentido é o fato de Elaine não ter se salvado. Quando Ban está atrás da fonte, ele afirma no caminho que: lamber a água concederá dez anos de vida extra, engolir a água concederá cem anos, e beber tudo isso garantirá a vida eterna e a imortalidade, isto é, ela poderia ter se salvado.

Confira também:

Matheus Gimenez

Sou apenas um jovem que gosta de animes e curiosidades do universo Geek.

Posts recentes

Dragon Ball Super: 5 teorias de fãs que fazem muito sentido

Dragon Ball Super foi lançado há poucos anos mas rapidamente se tornou uma febre mundial.…

4 minutos atrás

Naruto: Entenda porque Kishimoto havia se afastado da franquia

Naruto fez um sucesso tremendo durante sua serialização, entre os anos 1999 e 2015. E…

5 horas atrás

Boruto: Se o Naruto morrer, o seu substituto como Hokage será [SPOILER]

A morte do Naruto já é quase certa no mangá de Boruto: Naruto Next Generations…

6 horas atrás

Naruto: Entenda exatamente porque Itachi matou seu clã

Levou anos para que os fãs compreendessem toda a história por trás do massacre do…

22 horas atrás

Dragon Ball Super: A mudança em Uub melhorou o final original

O último capítulo do mangá de Dragon Ball Super trouxe uma melhoria gritante para a…

24 horas atrás

Boruto: 5 coisas que podemos esperar do retorno de Masashi Kishimoto

O mangá de Boruto sempre intrigou a maioria dos fãs por conta da ausência de…

1 dia atrás

Este website utiliza cookies para melhorar sua experiência.