Animes

Death Note: 5 curiosidades que você nunca soube sobre o anime

Death Note (Livro da Morte), é uma série de anime e mangá de 2003-2006 que traz a história de Light Yagami após ter encontrado um poderoso livro capaz de matar qualquer um que tivesse seu nome escrito nele. A série tornou o personagem principal um assassino de criminosos, livrando o mundo de todo o mal. No entanto, para a polícia, o que Light estava fazendo era grave e ele precisava ser parado. Aqui entra a poderosa mente de Lawlight, L.

O anime rapidamente se tornou um sucesso bastante aclamado pelos fãs e apesar de já ter encerrado há muitos anos, continua em alta até os dias de hoje. Pensando nisso, listamos algumas curiosidades que você certamente não conhecia sobre Death Note. Confira:

5 – Near e Mello seriam filhos de L

Só de observarmos um pouco a história faz bastante sentido que Mello e Near fossem filhos de Lawlight. Mas esse conceito ficou nos rascunhos apesar de tanto Mello como Near serem vistos como o substituto de L. Embora não mudasse tanto, um final onde seus filhos buscassem vingança por seu pai contra Kira seria incrível.

4 – Ryuk seria mais humano

Ryuk foi um dos personagens mais incríveis da série. É impossível esquecer sua última frase: “Nós aliviamos o tédio um do outro por um bom tempo… Foi bastante divertido.” Mas o que muitos não sabem é que seu conceito inicial também era bem diferente do resultado final. Ele teria mais características dos humanos, sendo um pouco mais atraente, entretanto, o roteirista, Tsugumi, achou que isso poderia atrapalhar os leitores.

3 – Death Eraser

O Death note possui bastante regras, talvez você nem lembre de todas elas. No geral, aqueles que tiverem seu nome escrito morrerão em menos de um minuto. No entanto, no primeiro mangá existia um acessório que mudava bastante esse conceito e poderia virar toda a história de cabeça pra baixo. Era o Death Eraser, uma borracha que podia ser usada para trazer de volta aqueles que foram mortos pelo caderno.

2 – Há outro mangá com a mesma temática

É bastante comum encontrarmos várias referências a várias obras em outras obras. Muitos dos mangakas mais populares, por exemplo, são abertamente declarados fãs de Dragon Ball e se basearam em muito disso para criar sua própria história. No caso de Death Note, existe um mangá quase 30 anos mais velho que segue a mesma temática. Nele, o protagonista encontra um caderno capaz de matar alguém que tenha seu nome escrito.

1 – O Mangá Piloto seguia outra história

No primeiro mangá de Death Note, que seria como um rascunho, o personagem principal, ao invés de Light Yagami, se chamava Taro Kagami e usou o caderno para matar colegas que aborreciam ele (bullying). Mas ele se arrependeu, Ryuk sentiu dó e lhe deu o Death Eraser para reverter aquilo.

Sabia dessas? Em seguida confira também:

Compartilhar
Publicado por
Daniel Oliveira

Posts recentes

Nova arte de Dragon Ball Super dá vida à Ultra Fusão de Goku e Vegeta

Não importa quanto tempo passe, os fãs de Dragon Ball Super sempre querem a mesma…

23/05/2022

Fã faz cosplay do pequeno Gohan de Dragon Ball Z

A evolução de Gohan foi uma das mais significativas já apresentadas em Dragon Ball Z,…

23/05/2022

Explicando o complexo relacionamento de Naofumi e Raphtalia em Rising of the Shield Hero

Na série de livros, anime e mangá The Rising of the Shield Hero Naofumi Iwatani…

23/05/2022

Artista imagina como seria Giyu de Demon Slayer em CGI, e resultado é impressionante

Com exceção de Tanjiro e sua família, Giyu Tomioka é um dos primeiros personagens introduzidos…

23/05/2022

Este é o personagem que o Madara mais odiava em Naruto Shippuden

Madara Uchiha foi um dos maiores antagonistas da história da série de anime e mangá Naruto. Nascido na…

23/05/2022

Este é o personagem de Dragon Ball que tem o maior potencial natural

Goku e todos os outros Guerreiros Z percorreram um longo caminho para se tornarem os…

23/05/2022

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência.