Animes

Esta era a sequência que os fãs de Naruto Shippuden precisavam ao invés de Boruto

Naruto Shippuden, de Masashi Kishimoto, já encerrou, mas continua sendo uma das séries de anime e mangá mais populares da década. O anime de Naruto chegou em 2002 e encerrou em 2017, mas muitos fãs acreditavam que a história tinha potencial para continuar de várias formas após o arco da Quarta Guerra Mundial Ninja.

Alguns anos depois da conclusão de Naruto Shippuden, a série de Boruto foi anunciada como uma sequência, que daria continuidade a história ao apresentar uma nova geração de ninjas. No entanto, Boruto nunca foi tão popular com seu antecessor e a qualidade da história é alvo de crítica de muitos fãs.

Os problemas da série de Boruto: Naruto Next Generations

É injusto dizer que Boruto é um fracasso, mas a série tem uma popularidade muito baixa em relação a Naruto e Naruto Shippuden, e isso é um sinal claro de que há algo de errado.

Talvez o grande problema de Boruto não seja capaz de ser corrigido, pois o protagonista não é Naruto Uzumaki. Boruto é um bom protagonista, mas os fãs não têm a mesma conexão que tinham com o Naruto, que é projetado para ser um personagem secundário na sequência. Também há o fator nostalgia.

Os fãs de Naruto estão conectados a velha geração. A série sabe disso e costuma trazer personagens antigos para atrair os fãs, não é à toa que os pontos mais altos de Boruto envolvem Naruto e Sasuke. Isso significa que a sequência perfeita para Naruto Shippuden deveria continuar focada nos principais personagens ao invés de uma nova geração.

Como Naruto Shippuden deveria ter continuado

O final de Naruto Shippuden tinha muito potencial para uma sequência que não fosse como Boruto. Naquele ponto, Kaguya Otsutsuki havia estabelecido a ameaça Otsutsuki e que eles viriam para a Terra. As portas estavam abertas para Naruto Uzumaki e Sasuke Uchiha receberem papéis mais definidos e isso aconteceria no intervalo entre Naruto Shippuden e a era Boruto. Mas ao invés do Boruto, Naruto continuaria como o protagonista, já que a história é mais interessante da sua perspectiva.

Um exemplo disso pode ser visto em Dragon Ball Z, onde o criador tentou colocar Gohan, o filho do Goku, como o protagonista que substituiria seu pai, mas a ideia foi lentamente descartada porque tentar criar uma imitação pobre do seu antecessor não funciona.

Também seria interessante se uma potencial sequência de Naruto Shippuden explorasse personagens esquecidos como Minato Namikaze, Sakumo Hatake, Hiruzen Sarutobi, e muitos outros, que nunca tiveram seu passado explorado.

Seja como for, uma sequência de Naruto Shippuden teria muito potencial, e ao fazer isso, a série se basearia em seu próprio sucesso, o que certamente seria melhor do que Boruto, que provavelmente nunca vai chegar as mesmas alturas.

Confira também:

Naruto Shippuden encerrou em 2017. O anime pode ser assistido na Crunchyroll.

Compartilhar
Publicado por
Daniel Oliveira

Posts recentes

Demon Slayer – Episódio 8 (15) da 2ª temporada: Data de Lançamento

O episódio 7 (também conhecido como episódio 14) da 2ª temporada de Demon Slayer: Kimetsu no…

16/01/2022

Fã de One Punch Man descobre qual é a velocidade do Saitama

Tentar calcular a velocidade do Saitama não parece fazer sentido, porque ele aparentemente não tem…

16/01/2022

Fã de One Punch Man usou o Google Maps e encontrou a casa do Saitama na vida real

O prédio do Saitama geralmente é o palco de conflitos e de encontro de alguns…

16/01/2022

Estes foram os Uchiha que nunca despertaram seus poderes especiais do Mangekyo em Naruto Shippuden

O Mangekyo Sharingan é a evolução do Sharingan em Naruto. Em toda a série, poucos…

16/01/2022

Este era o nome original do Gaara em Naruto Shippuden e ele era totalmente diferente

Gaara do Deserto se tornou um dos personagens favoritos dos fãs de Naruto mas o…

16/01/2022

4 qualidades que todo vilão de Dragon Ball precisa ter para ser bom

Poucos vilões se destacaram em Dragon Ball, se tornando os melhores entre o público, mas…

16/01/2022

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência.