Categorias Animes

O filho de Freeza é inúmeras vezes mais forte que seu pai

Por volta dos anos 2000, a suposta continuação que sucederia os acontecimentos de Dragon Ball GT enganou a todos, Dragon Ball AF. Os traços meticulosos de um desenho de fã incluíram vários personagens, como Zaiko, o filho malvado de Goku, e outros da raça de Freeza.

Um dos personagens descendentes do Imperador do Universo dessa criação é Ize, seu filho, no qual seu poder é descrito sendo 100x superior ao de seu pai.

Dragon Ball AF é ambientado após os acontecimentos de Dragon Ball GT, e neste universo, existe Ize, um guerreiro que procura alguém forte para lutar.

Assim como todos vilões, Ize procurou por Goku, mas acabou encontrando Vegeta e Gohan por acaso. Nesse momento, os Guerreiros Z sentiram a pressão do KI maligno de Ize, um KI inúmeras vezes mais hostil que o de Freeza.

Transformações:

Usando sua primeira transformação, Ize foi capaz de se igualar ao Príncipe dos Saiyajins. Nela, sua aparência era similar a de Freeza na forma perfeita.

Posteriormente, na segunda, ele obteve uma aparência similar ao do Rei Cold, e seus níveis eram semelhantes a de um SJJ4. Mas é claro, sempre mantendo a típica arrogância de sua família. Nesse universo, Ize derrotou todos os Guerreiros Z, Uub e cortou o braço de Gogeta em uma luta, ou seja, ele era tremendamente poderoso.

Por fim, usando sua última forma, nem os Guerreiros Z puderam pará-lo, resultando na morta da filha de Gohan, Pan. Seguindo o estilo clássico de Dragon Ball, a morte enfureceu Gohan, levando-o a despertar uma nova transformação, dessa vez o Super Saiyajin 5, em que Ize foi morto com uma grande explosão de energia.

Embora não seja canônico, Ize realmente impressionou revelando ser mais forte que Freeza. Em Dragon Ball Super, seu pai tem a forma do Freeza Dourado, que lhe dá a possibilidade de se igualar ao KI divino do Super Saiyajin Blue; um nível semelhante que Ize teria se fosse canônico.

O filho do Freeza é realmente forte, não é mesmo? Em seguida, confira:

Compartilhar
Publicado por
Matheus Gimenez

Este website utiliza cookies para melhorar sua experiência.