Categorias Animes

Goku consegue derrotar todos os vilões de Dragon Ball Z atualmente sem se transformar

Atualmente, Goku consegue derrotar todos os vilões de Dragon Ball Z sem usar nenhuma transformação Saiyajin. O motivo disso é o fato dele ter atingido um patamar totalmente diferente com os eventos de Dragon Ball Super.

Quatro anos após os acontecimentos finais de Dragon Ball Z, a vida de Goku tomou outro rumo com a chegada de Bills, Deus da Destruição do Sétimo Universo. Para tentar enfrentar essa adversidade no mesmo nível, Goku foi forçado a realizar um ritual que o transformou no Deus Super Saiyajin.

Embora o poder concedido pela aura vermelha não tenha sido o suficiente para deter o Hakaishin, Goku não desistiu e continuou a treinar. Após um treinamento intensivo com o Whis, Goku superou seus limites e desbloqueou o Super Saiyajin Blue.

No Torneio do Poder, Goku quebrou novamente sua limitação e alcançou o Instinto Superior, chegando mais perto do nível de um Deus da Destruição.

Juntando essas três transformações ditas acima mais o Zenkai, Goku certamente não precisaria se transformar para derrotar os vilões antigos de Dragon Ball Z.

Além disso, Goku mostrou o quão forte está ficando sem se transformar em várias ocasiões no Super, sendo um delas contra o Cópia-Vegeta. Enquanto Gotenks precisou se transformar no SSJ3 e ainda assim foi humilhado pelo inimigo, Goku conseguiu manter o mesmo nível sem usar nenhuma transformação.

Mas afinal, por que Goku é tão forte mesmo sem usar nenhuma transformação?

Quando Goku se transformou no SSJGOD pela primeira vez, Whis explicou que ele absorveu parte daquele Ki divino e agora consegue usá-lo mesmo sem se transformar.

Outra questão que reforça a força de Goku sem nenhuma transformação foi o treino que ele teve com o Whis. Para que Goku aperfeiçoasse sua forma básica, o Anjo não permitiu que ele se transformasse, o que faz sentido se levarmos em conta o poder que ele adquiriu.

Concorda que Goku consegue derrotar todos os vilões de Dragon Ball Z? A seguir, confira:

Publicado por
Matheus Gimenez

Este website utiliza cookies para melhorar sua experiência.