Animes

O final de Dragon Ball GT foi melhor do que o de Dragon Ball Z

O início e meio de Dragon Ball GT atraiu a ira dos fãs de Dragon Ball como ninguém, mas o seu final, inegavelmente, conseguiu ser melhor do que o de Dragon Ball Z. Sem o envolvimento direto de Akira Toriyama – criador da franquia -, Dragon Ball GT seguiu os eventos após o final de Dragon Ball Z, em um estilo e abordagem completamente diferente.

Algumas sagas foram melhores do que outras, seja com uma construção mais aprofundada ou elaborada. No entanto, o universo de GT, em sua maioria, nada mais era do que uma imitação barata da obra original. Felizmente isso não se aplica tanto ao final do anime – e não, não é porque simplesmente acabou que é bom.

Mas afinal, por que o final de Dragon Ball GT é melhor? Antes de mais nada, vamos recapitular um pouco as coisas.

O final de Dragon Ball Z

O último episódio do Z é uma conclusão oficial que entra em confusão, de certa forma, com Dragon Ball Super. Nesse final, Goku e seus amigos estão competindo em um novo Torneio Mundial de Artes Marciais, anos depois do Super. O motivo de Goku está ali era o Uub – personagem onde Boo reencarnou como uma boa pessoa.

O episódio termina com o Saiyajin indo treinar ele, decidido que iria ajudá-lo a controlar o poder monstruoso que ali habitava. Aqui também várias portas são abertas, começando com a próxima geração de lutadores.

O final de Dragon Ball GT

O final do GT, depois de muita decepção, termina com um “Adeus Goku… até o dia em que nos encontrarmos novamente”. Ou seja, só esse título já dá vontade de chorar. Neste final, Shenlong conclui que as Esferas do Dragão não serão mais usadas e convida Goku para ir embora com ele por alguma razão desconhecida que torna tudo melhor ainda. Goku aceita a proposta e, em seguida, sobe nas costas do dragão, se despede pra sempre do Vegeta e vai embora. Depois disso, um século depois se passa e vemos Goku assistindo um Torneio Mundial de Artes Marciais para encorajar seu tataraneto.

Esse episódio oferece um final ainda mais conclusivo apesar de não explicar algumas coisas. Goku se tornou um protetor das Esferas. É como se ele tivesse sacrificado sua própria existência pra manter a segurança do seu planeta realizando essa missão. Enquanto o último episódio do Z mostrou um Goku faminto por lutas abandonando sua família para treinar o Uub, o GT, pelo contrário, nos deu uma lenda que se tornou um herói para proteger a Terra.

Toda essa questão traz peso emocional. Vale lembrar também sua visita a Casa do Kame, onde ele se despediu de Kuririn e o seu velho mestre – PARA SEMPRE. Ou sua ida ao inferno para compartilhar um último momento com Piccolo.

Apesar de tudo isso, o novo anime da franquia, Dragon Ball Super, sugere que nenhum destes finais irá importar. Não sabemos até onde a franquia vai chegar mas Akira Toriyama pode combinar diferentes elementos de ambos para entregar a conclusão perfeita.

Confira também:

Compartilhar
Publicado por
Daniel Oliveira

Posts recentes

Veja um cosplay feminino do Tengen de Demon Slayer

Tengen Uzui, o Hashira do Som de Demon Slayer, ganhou um lindo cosplay feminino de…

28/05/2022

Este seria o visual do Nanami de Jujutsu Kaisen no mundo real, segundo inteligência artificial

Como seria o Kento Nanami de Jujutsu Kaisen no mundo real de acordo com um…

28/05/2022

Esta foi a melhor luta de Naruto Shippuden que nunca foi mostrada

Durante a jornada do Naruto para se tornar Hokage, assistimos muitas lutas arrepiantes, mas muitos…

28/05/2022

Nezuko e Zenitsu terminaram juntos no final de Demon Slayer?

O anime de Demon Slayer teve sua terceira temporada anunciada para 2023, mas o mangá…

28/05/2022

Konosuba: 3ª temporada é confirmada

Embora a segunda temporada de Konosuba tenha sido concluída há mais de cinco anos, a…

28/05/2022

Tempo de duração do filme Dragon Ball Super: Super Hero é revelada

O lançamento de Dragon Ball Super: Super Hero pode ter tido um obstáculo no início…

28/05/2022

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência.