Notícias de anime

Dr. Stone: Senku x Kohaku algum dia se tornarão Canonico?

No fascinante universo dos animes, onde as emoções são tão vibrantes quanto as cores nas telas, “Dr. Stone” nos brinda com uma jornada científica e humanista única. No entanto, como em muitas obras do gênero, os fãs frequentemente se veem presos na rede de possíveis romances, especialmente em relação a Senku Ishigami e Kohaku.

Há uma espécie de desapontamento coletivo, quase uma tradição, quando os casais potenciais não chegam a um final feliz e romântico. “Dr. Stone” não foge à regra, teorizando sobre a relação de Senku e Kohaku, mas sem nunca concretizá-la totalmente. Este é um jogo de paciência e interpretação que nem todos os fãs estão dispostos a jogar.

A Personalidade de Senku: Um Obstáculo ao Romance?

Senku é uma figura central cujo interesse principal é a ciência e o renascimento da civilização, não o romance. Essa postura abre margem para diversas interpretações sobre sua orientação sexual e emocional.

A maioria dos fãs tende a vê-lo como assexuado aromântico, uma ideia fortalecida por suas interações (ou a falta delas) com personagens femininas. Essa percepção de Senku é reforçada pelo estereótipo do protagonista Shonen, cujo foco implacável em seus objetivos muitas vezes o mantém distante de romances.

A Tease de Senku e Kohaku: Um Romance no Horizonte?

Desde o início, a relação entre Senku e Kohaku foi sutilmente insinuada. Kohaku, uma guerreira do mundo de pedra, demonstra uma admiração palpável por Senku, mas nega qualquer implicação amorosa. Essa dinâmica cria uma espécie de “quase-romance” que persiste ao longo da série. Porém, em “Dr. Stone: 4D Science”, a microssérie sequencial, há uma abordagem mais direta sobre os sentimentos de ambos, embora Senku mantenha sua postura de distanciamento emocional.

A Reação dos Fãs: Entre o Apoio e o Ceticismo

O potencial relacionamento entre Senku e Kohaku divide opiniões. Alguns fãs acreditam que forçar um romance seria uma traição ao personagem de Senku, enquanto outros estão abertos à ideia, vendo espaço para o desenvolvimento de um relacionamento autêntico. A ambiguidade em torno desse possível romance gera debates fervorosos e teorias entre os seguidores da série.

Se Senku fosse acabar com alguém, Kohaku parece ter a vantagem. Sua presença constante e interações significativas ao longo da série estabelecem um terreno fértil para um desenvolvimento romântico. Em contraste, Luna, outra potencial parceira amorosa, não possui o mesmo histórico de conexões profundas com Senku.

Conclusão: Um Amor Escrito nas Estrelas ou nas Pedras?

“Dr. Stone” joga um jogo sutil com seus fãs, criando possibilidades, insinuações e esperanças. Se Senku e Kohaku algum dia se tornarem um casal, não seria chocante dada a trajetória de suas interações. No entanto, a série mantém-se fiel ao seu coração científico e exploratório, deixando o romance como uma questão secundária, talvez para ser explorada mais profundamente em um futuro incerto. Independentemente do desfecho, a série tem sido um caso de amor próprio com a ciência e o progresso humano, e isso já é uma história de amor que vale a pena seguir.

Para os aficionados por anime legendado, “Dr. Stone” é uma experiência imperdível. A série, lançada em 2019, continua a capturar a imaginação e a curiosidade dos fãs, prometendo mais aventuras e talvez mais respostas sobre o destino romântico de seus personagens no futuro próximo.

Redação Nerd Hits

Conteúdo criado pela equipe do Nerdhits.com.br

Tags: dr. stone